quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Não existe pecado do lado de baixo do equador. Em compensação, calor...

Percentis de temperatura para Janeiro de 2013.
Fonte: State of the Climate (NOAA), em
http://www.ncdc.noaa.gov/sotc/global/2013/1
Janeiro de 2013 não trouxe grandes surpresas em relação ao que se esperava. Na média global, aparece como o 9º mais quente do registro histórico, fazendo dele o 336º mês consecutivo com temperaturas acima da média.

Na última vez em que a média global de temperatura ficou abaixo da média, Mikhail Gorbachev havia acabado de assumir o cargo de Secretário-Geral do PCUS (o Partido Comunista da União Soviética). Nelson Mandela estava na cadeia e a África do Sul havia acabado de liberar os "casamentos interraciais" (sim... nos remete à luta dos homossexuais pelo casamento igualitário nos dias de hoje). Tancredo Neves havia sido escolhido presidente do Brasil por meio de eleições indiretas num Colégio Eleitoral.

Faltavam ainda quatro anos para a queda do Muro de Berlim e para a realização de eleições presidenciais no Brasil pela primeira vez desde o golpe militar de 1964. Nessas eleições, se deu o lançamento da primeira candidatura à presidência por parte de Luís Inácio Lula da Silva, um Lula bastante diferente daquele dos dias de hoje, acreditem...


Nesse tempo distante de temperaturas abaixo da média, ainda não se sabia da existência do buraco na camada de ozônio, a população humana ainda estava abaixo de 5 bilhões, não havia nada parecido com a internet como a conhecemos (na verdade, o primeiro domínio de internet, ou seja, o primeiro .com surgiu exatamente em 1985) e o exame de sangue para detecção do HIV ainda não existia. Madonna nunca tinha feito uma turnê internacional, a primeira edição do Rock in Rio era realizada (com direito a Queen, Yes, AC/DC, Scorpions e B52's) e o Legião Urbana lançava seu primeiro disco, assim como o A-ha...

No futebol, o Brasil era ainda tricampeão de futebol, tendo deixado ganhar, 3 anos antes, um título que consagraria uma geração de virtuoses da bola (Zico, Sócrates, Falcão e companhia). Mike Tyson ainda não havia conquistado seu primeiro título mundial de boxeador peso-pesado. Ayrton Senna fazia o seu segundo ano na Fórmula Um, protagonizando grandes espetáculos a bordo de suas Lotus preta e conquistava sua primeira vitória, no GP de Portugal, em Estorial, com chuva, bem de acordo com o que veio a se mostrar sua maior especialidade.

No cinema, os filmes mais populares eram "De Volta para o Futuro", Rambo II e Rocky IV (neste o lutador americano, bem no espírito da Guerra Fria, enfrentava um boxeador russo, que, na verdade, era interpretado por um ator sueco). Os destroços do Titanic (nada mais a ver com cinema... os destroços reais!) foram encontrados. Foi o ano do lançamento do Super Mario Bros., continuidade do joguinho de dois anos antes! O Tetris ainda não havia comemorado seu primeiro aniversário e a Microsoft ainda não havia lançado o Windows 1.0.

O Japão tinha uma empresa estatal de tabaco, o Rainbow Warrior, embarcação do Greenpeace foi afundado através de uma sabotagem da agência de "inteligência" francesa, numa ação perversa, de fazer inveja às bem mais famosas CIA e KGB e pela primeira vez um teste de DNA era usado como prova judicial.

6 anos antes do último ano com temperaturas abaixo da média, os Trapalhões faziam o mais popular programa humorístico da televisão brasileira e Ney Matogrosso eternizava a canção de Chico Buarque "Não Existe Pecado ao Sul do Equador". Eu, da minha parte, não acho que exista pecado mesmo. Nem aqui, nem alhures, pois sequer concordo que faça sentido o próprio conceito. Uma coisa, porém, eu posso assegurar: ao sul do equador tem outra coisa: calor... e como... Janeiro de 2013, com recordes de temperatura em vastas porções do Nordeste Brasileiro, do Centro-Sul Africano e em grande parte do território australiano, é o mais quente, desde 1880, no Hemisfério Sul...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Trump bombardeia o Clima

Trump como meteoro. Fonte: Der Spiegel Embora extremamente insuficiente e limitado nos mecanismos de proteção do sistema climático, ...

Mais populares este mês